fredhaesperanca1

Há esperança!

– Frederico Carvalho –

 

Nem sempre as coisas se mostram como são. Principalmente nesse escorregadio corredor político em que os interesses pessoais sempre se mostram superiores aos interesses coletivos. Mas a primeira semana de trabalho do governo Nanci foi, ao menos, atípica.

Na segunda-feira, o Prefeito viveu as primeiras reuniões de negociação. Credores não faltavam, a começar pela Enel, que já está capengando com o serviço, em São Gonçalo, mas que chega com todo vigor para cobrar.

José Luiz demitiu todos os cargos comissionados de uma só vez e está recomeçando do zero. Reduziu o número de Secretários. Acabou com os recebimentos via RPA – Recibo de Pagamento ao Autônomo. Está exigindo transparência e ainda conta com a ajuda de sua esposa para coordenar as ações das Secretarias, como bem sucedida gestora que é, sem qualquer ônus aos cofres públicos.

Chamam-na de “Dama de Ferro”, mas eu não concordo. Para mim está mais para anjo da guarda, num momento que deveria ser agradável, mas que é extremamente espinhoso para o marido. Como num jogo de xadrez, o Prefeito é plenipotenciário, mas seus movimentos são restritos e chamam demais a atenção. É o alvo! Já a Dama defende a posição do marido e consegue se desenvolver melhor no tabuleiro graças aos seus movimentos livres. Não decide, mas ajuda a definir.

Tentaram comparar Nanci a Mulim – aliás, cadê o homem? – dizendo que cancelara o Carnaval da cidade. Ledo engano: o Prefeito só não fará qualquer repasse para o evento. Ao contrário, nada contra que empresas e agremiações se unam para fazê-lo. Mas o dinheiro minguado que a Prefeitura arrecadar será para a manutenção dos Servidores e dos Serviços Essenciais. Nada mais justo.

E para contrariar o povo do “quanto pior, melhor”, o Vice-Prefeito Ricardo Pericar resolveu despachar na Garagem Municipal. Muitos torceram o nariz. Pericar garantiu que os consertos e manutenções serão ininterruptos, inclusive aos sábados e domingos. E ainda trouxe à vida dois caminhões do tipo caçamba do tempo do Dr. Charles, novinhos, zero quilômetro. Dois caminhões da marca Ford zerados, entulhados na garagem há, pelo menos, doze anos. E que já estão nas ruas coletando lixo.

Muitos dirão que é apenas obrigação dos gestores. E é mesmo! Porém muitos nem se lembravam do bom proceder.

Por mais que tenha sido difícil, a primeira semana de governo foi profícua. E se cada um fizer sua parte, São Gonçalo terá jeito, como disse o ilustre professor Oswaldo Mendes: “São Gonçalo, minha fênix!”

Quem sabe agora a gente possa começar a ver aquele “encanto de aquarela” decantado por Geraldo Lemos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *